Corretor online das 09h às 18h

Atendimento por e-mail

Central de Vendas (41) 3029 5011 das 09h às 18h

Corretor online das 09h às 18h

Atendimento por e-mail

Central de Vendas (41) 3029 5011 das 09h às 18h

Corretor online das 09h às 18h

Atendimento por e-mail

Central de Vendas (41) 3029 5011 das 09h às 18h

Porte Cochère: muito bem-vindo!

Já ouviu falar em “Porte Cochère”? Nesse último ano, ele tem sido um dos termos de maior interesse na nossa wiki (http://www.invespark.com.br/porte-cochere/) e, por isso, merece destaque!

Um nome não muito usual para uma estrutura comumente vista e largamente utilizada, principalmente, por hotéis, teatros, igrejas, escolas e hospitais, entre outros, o Porte Cochère é aquela construção, tipo pórtico, que fica na entrada principal ou secundária dos edifícios e que serve como abrigo para fazer o embarque e desembarque de pessoas e objetos de uma forma rápida, segura e protegida.

Uma característica predominante nas mansões construídas no fim do século 18 e durante o século 19, o Porte Cochère era o ponto de passagem para embarque e desembarque de passageiros daquelas lindas carruagens que movimentavam as ruas de “antigamente”. Hoje, com muito mais tecnologia embarcada desde o projeto até a sua execução, podemos dizer que ele se tornou um clássico que mantém a mesma função, mas que renova a sua forma de acordo com o conceito de cada obra.

Segundo Michelle Beber, arquiteta e gerente de projetos da Invespark, o conceito do Porte Cochère sempre nasce junto com o a proposta do projeto de arquitetura do empreendimento. “Não há como dissociar”, ressalta, explicando que é muito mais difícil inserir esse elemento após o projeto já consolidado e aprovado.

Como o Porte Cochère faz parte do contexto do empreendimento desde o começo, cabe a ele conferir status à chegada e oferecer ao usuário uma sensação de conforto e, principalmente, de proteção e acolhimento bastante percebidos através do uso. “E dentro desse novo conceito de empreendimentos residenciais compactos e de mixed use, normalmente localizados no centro da cidade, o Porte Cochère passa a ser um elemento tão importante dentro do projeto quanto os demais serviços, onde muitos deles são similares aos serviços encontrados na hotelaria.”, complementa a arquiteta.

Então, agora que a conexão entre o nome e o tipo de construção já foi realizada, com certeza vai ficar mais fácil identificar os empreendimentos que possuem Porte Cochère no seu bairro e cidade e, inclusive, verificar se há um aumento de projetos de empreendimentos residenciais com a sua aplicação.

 

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Foto-Brian-Bennett