Corretor online das 09h às 18h

Atendimento por e-mail

Central de Vendas (41) 3029 5011 das 09h às 18h

Corretor online das 09h às 18h

Atendimento por e-mail

Central de Vendas (41) 3029 5011 das 09h às 18h

Corretor online das 09h às 18h

Atendimento por e-mail

Central de Vendas (41) 3029 5011 das 09h às 18h

7 dicas úteis para escolher a cortina ideal para sua casa

A cortina é um item de decoração super importante para a casa. Ela nunca sai de moda, porém escolher o modelo ideal para salas, quartos e cozinhas não é uma tarefa fácil, isso porque o mercado apresenta diversos tipos de tecido e cores, o que pode dificultar na hora de escolher a que melhor se encaixa com os ambientes da sua casa.

 Antes de sair para comprar é importante saber e anotar alguns itens para garantir que a compra será mais assertiva.

Dicas de aplicação

1) O tamanho é um exemplo. Anote a largura e altura exatas e procure sempre comprar com 20 cm de folga de cada lado. A folga irá deixar as laterais mais cheias e bonitas. A cortina tem que ser, no mínimo, 30 cm maior que a janela na largura e 45 cm maior na altura.

2) O gesso é um elemento importante para esconder o trilho da cortina. Esse item pode ser pensado antes da obra e permitir um acabamento mais moderno para o cômodo. Chamado de cortineiro pelos arquitetos o rebaixo de gesso tem aproximadamente 15 cm, onde fica embutido o trilho. Pode ser feito na sala, quarto e cozinha.

3)  Atenção a luminosidade. Caso sua janela tenha a mesma extensão do ambiente e fique difícil controlar a luminosidade você pode criar uma barra nas laterais com gesso e bloquear boa parte da luz. A barra também pode ser feita como moldura para toda a janela.

4)  Se a incidência de sol for muito forte na janela, será necessário além da cortina um bloqueador solar. O black-out de tecido é suficiente e deve compor a primeira camada da instalação. O black-out é muito recomendado para os quartos, pois garante o bloqueio da luminosidade durante o sono, deixando o ambiente mais escuro e fresco. Neste caso, a segunda camada da cortina pode ser garantida por um tecido mais leve como o voil, seda, palha e linho.

5) Os varões são essenciais para a instalação e darão sustentação a cortina. Fixado diretamente na parede são fabricados de diversos materiais e devem ficar a 15 cm da parte superior da janela, sendo que o suporte do varão ficará preso à parede a uma distância de 15 cm das laterais da janela e as ponteiras a 5 cm de cada suporte. Dessa forma, quando a cortina estiver instalada, sua parte inferior ficará a, aproximadamente, 20 cm da base da janela.

6) Se você pretende instalar suas cortina em janelões ou portas de vidro a cortina deve ter a largura da parede e 5 cm a menos de altura, pois a distância do varão para o teto não deve ser inferior a 5 cm, evitando que a cortina encoste no teto. Os suportes do varão podem ser presos às paredes laterais.

7) As cores também são uma dúvida frequente. Lembre-se sempre que os tons neutros são menos cansativos e mais difíceis de enjoar. Já as cores mais vivas podem dar um charme a mais para o espaço, para isso não há regras e o ideal é ter a dica de um arquiteto ou decorador para não errar.

Modelos e tecidos para cada cômodo

Escolher o tecido certo vai depender muito do gosto de cada um e da necessidade. Os tecidos pesados mais comuns são o brim, sarja, shantung de seda ou poliéster, chenille, veludo, lona, seda rústica ou linho puro que proporcionam bastante privacidade. As opções de tecidos leves são o voil, crepe, organza, linho, chiffon, crepes e palhas de seda, renda de algodão ou sintética. No forro poderá ser usado um tecido de algodão, gabardine, tergal verão, microfibra ou malhas específicas, que ajudam a manter o quarto protegido sem perder a delicadeza de um tecido mais transparente.

Sala de estar – a sala é um ambiente de encontros, descanso e relaxamento. Para este espaço os tecidos mais indicados são os leves em tons claros como, microfibra voil, seda, renda e cambraia e modelos como o rolô, romana e painel. Já para salas com home-theater os tecidos devem ser mais pesados e escuros para controlar a luminosidade. Sugere-se as de sarjas, crepes e veludos. Persianas motorizadas também são indicadas para salas mais modernas.

Cozinha – normalmente as cortinas para cozinha são mais curtas, fáceis de manusear para lavagem e com tecidos simples. Se forem ficar em cima da pia é bom manter um bom distanciamento da torneira, o mesmo para o fogão para que não suje com frequência. Detalhes com florais, frutas, legumes e xadrez são uma boa dica e dão um ar vintage e divertido ao ambiente.

Quartos – Além de decorar, cortinas nos quartos carregam outras funções como manter a privacidade, bloquear a luminosidade e deixar o ambiente mais confortável. Caso você prefira um ambiente mais privativo e sem luminosidade o ideal é utilizar um black-out antes de escolher o tecido, que pode ser leve neste caso ou mais incorpado se preferir. A mesma regra serve para quartos de crianças que podem receber tecidos personalizados para cada idade e sexo.

Veja alguns modelos para se inspirar.